24 de abr de 2015

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA BENEFICIA INDÍGENAS EM CURAÇÁ

No mês de abril desse ano, o Programa de Saúde na Escola (PSE) foi desenvolvido na área indígena da aldeia Tumbalalá, a qual fica a 120 km da Sede, no Povoado de Pedra Branca. Esse programa contemplou duas escolas indígenas: Escola Nossa Senhora de Lourdes e Escola São Sebastião. Conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde, as unidades escolares contam com 21 e 22 alunos respectivamente; os alunos são de educação infantil e fundamental. O Relatório das atividades promovidas pela Equipe PSE foi apresentado na Secretaria de Saúde nessa sexta-feira (23).
  
De acordo com Sandra Helena Possídio, Coordenadora do PSE em Curaçá, o programa iniciou no ano de 2014, quando os profissionais da saúde e educação se uniram para realizar o cadastro dos alunos no cartão SUS e planejamento das ações na escola. “O programa traz a equipe de saúde para dentro da escola para desenvolver atividades para melhoria do desenvolvimento do aluno na sala de aula. Foi realizado o cadastro dos alunos e feitas avaliações e programas pelos profissionais de saúde. O médico Andres Alberto realizou a avaliação de acuidade visual e teste de snellen, avaliação da saúde auditiva e identificação de possíveis sinais de agravos de saúde negligenciados e doenças de eliminação em cada aluno, a Enfermeira da equipe Eloyse Santana realizou avaliação do cartão vacinal, avaliação da linguagem oral e avaliação antropométrica de cada aluno, o dentista Tiago Cruz por sua vez realizou avaliação de saúde bucal de cada aluno”, resumiu Sandra. Segundo ela, também foi realizada palestra de cultura de paz com o médico da área, escovação e aplicação de flúor e distribuição de escovas e cremes dentais pelo odontólogo da Equipe e palestra sobre sexualidade com as técnicas Maria de Fátima e Janilda Cenilda. “Foram realizadas ainda ações de nutrição, uma atividade em que os estudantes realizaram a prática de fazer uma salada de frutas nutritiva com as frutas encontradas na aldeia e depois puderam servir e comer uma alimentação saudável. Também houve tarefas de recreação com a Agente Comunitária de Saúde, Edineide Rodrigues e Agente Indígena de Saúde, Dejailsa Maria; tudo dentro da sala de aula, juntamente com os professores, com o objetivo de observar o desenvolvimento, coordenação motora e raciocínio”, completou a Coordenadora.

 “O projeto foi muito produtivo, pois através dele pudemos, juntamente com os professores, observar os alunos, identificar os seus problemas e/ou dúvidas e assim intervir nessas dificuldades tentando assim solucionar tais problemas e ajudar no desempenho escolar e social deles”, avaliou Sandra Helena.






Informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Curaçá

Fotos: Arquivo PSE

Nenhum comentário:

Postar um comentário