5 de out de 2016

RESULTADO INCONTESTÁVEL: PEDRO OLIVEIRA E MURILO SÃO ELEITOS EM CURAÇÁ COM UMA VITÓRIA ESMAGADORA

No último domingo (2), Pedro Oliveira (PSC) e Murilo Bomfim (PRB) foram eleitos prefeito e vice-prefeito, respectivamente, em Curaçá, na Bahia. Os candidatos, que lideraram a coligação “A Vez do Povo”, receberam 61,57% dos votos válidos, conforme dados divulgados pelo site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em sua última atualização. Pedro Oliveira obteve 8.345 votos, um resultado incontestável e uma vitória histórica, a maior em vantagem de votos já registrada nas eleições de Curaçá.

Antes mesmo do anúncio do resultado oficial, uma multidão tomou de conta das ruas e lotou a Praça Monsenhor José Gilberto Luna, a popular Praça do H, de frente ao Fórum da Cidade, de onde saíram em caminhada até o Comitê Central. Pedro Oliveira, que foi arrastado pelo povo, fez um discurso de agradecimento, pediu aos eleitores para comemorar em paz, respeitando o adversário, e garantiu que vai trabalhar duro para cumprir tudo que prometeu durante a campanha.

“Obrigado, Curaçá! Eu quero agradecer a Deus por esse momento de festa da democracia em nossa Cidade. Quero agradecer a cada um de vocês pelo empenho. Sintam-se abraçados por mim. Obrigado pelo carinho, obrigado pela campanha que fizeram. Eu jamais ganharia essa eleição se não fosse o apoio de vocês. Se não fosse esse apoio que cada um deu voluntariamente, porque a campanha mais pobre era a de Pedro Oliveira, mas quando o povo quer é assim. Quando o povo quer, Deus quer. Vamos comemorar, vamos ouvir as nossas músicas que são as mais bonitas, mas peço que respeitem as pessoas. Fizemos uma campanha limpa, sem atingir e nem ofender ninguém. Politica é assim mesmo, uns ganham e outros perdem, mas vamos respeitar os adversários, isso é um pedido meu. Foi uma campanha por amor, pela mudança e pelo sonho de ver Curaçá melhor. E o que eu prometi na campanha, eu repito aqui, vou trabalhar dia e noite para fazer a maior e melhor administração que Curaçá já teve”, garantiu o prefeito eleito.

Os oponentes tentaram impedir – a todo custo – a vitória de Pedro Oliveira, já desenhada pelas pesquisas que foram realizadas antes e durante o pleito. Inventaram e proliferaram mentiras e denegriram a sua imagem e a de muitos de seus eleitores e apoiadores. O povo de Curaçá deu a resposta nas urnas e escolheu "maciçamente" o candidato do Partido Social Cristão (PSC) para conduzir rumos do Município pelos próximos anos.

As coligações proporcionais que apoiaram Pedro Oliveira, “Um Novo Caminho” e “Juntos Somos Mais Fortes”, elegeram a maior bancada para Câmara dos Vereadores. A candidata Gressiany Soares (PMB) foi a mais bem votada e foi reeleita com 853 votos. Além dela, Januário Ferreira (PSD), com 780 votos, também foi reeleito. Os candidatos Juninho Vem Aí (PSC), Anderson Varjão (PSD), João Teles e Alexsandro do Novo Horizonte, ambos do PR, foram eleitos pela primeira vez.  Das 13 cadeiras do legislativo, seis delas foram ocupadas pelos candidatos da base do futuro prefeito de Curaçá.

“Curaçá vai viver uma nova história”, já anunciava um dos jingles da campanha da coligação “A Vez do Povo”. A “Onda Azul”, o “Tsunami Azul”, o “Galope Azul”, como foram apelidados os movimentos democráticos de Pedro Oliveira, marcaram tempo e entraram para história política de Curaçá.

Ascom – PSC Curaçá/BA


Nenhum comentário:

Postar um comentário