11 de fev de 2016

DIVERSIDADE CULTURAL MARCA CARNAVAL DE CURAÇÁ

De 5 a 9 de fevereiro Curaçá festejou o Carnaval – 2016. A folia reuniu centenas de pessoas e foi marcada pela diversidade cultural típica da Cidade. A realização foi dos blocos locais e da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto (SECD), por meio do Departamento de Cultura (DMC), com o apoio da Assessoria de Comunicação da Prefeitura e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE).

Na sexta-feira (5), houve a abertura oficial da Festividade, na Praça Raul Coelho, por volta das 20h, com a participação da Filarmônica José Amâncio Filho, de Abaré-BA e o recurso do carro de som, animando o público nas ruas da Cidade. O tradicional bloco ‘Caretas’ também participou e impressionou pela criatividade das máscaras e adereços utilizados. No sábado (6) e no domingo (7), teve a continuidade da tradicional “molhação”. Foram instalados em lugares estratégicos, pelo SAAE, pontos de água para a realização da brincadeira, a qual reuniu especialmente crianças e adolescentes, que enchiam suas bombas (feitas de canos) e se refrescavam, molhando uns aos outros. Na segunda-feira (8), houve o desfile dos blocos Pitu Fest e Berro do Jegue; ambos utilizaram o som de paredão e levaram o público a dançar até a madrugada. “Nós saímos desde o ano de 2001 na Festa dos Vaqueiros e no Carnaval é a segunda vez que participamos. Tem dado certo e desejamos dar continuidade ao trabalho. Foi bastante animado e este ano contamos com a parceria da Prefeitura”, frisou Júnior Bahia (Berro do Jegue).  

Na terça-feira de Carnaval a folia seguiu com a molhação e as diversas fantasias e brincadeiras nas ruas, inclusive com a participação do Bloco das Virgens, que abrilhanta a folia há quase 40 anos. O primeiro grupo a entusiasmar a população, já no período da tarde, foi o ‘Brincantes da Rua de Baixo - RDB’, formado por crianças, as quais cantaram músicas brasileiras acompanhadas de tambores e percussão. Enquanto isso, na Praça dos Viveiros, se apresentava o bloco Bichos Escrotos (21 anos de existência), juntamente com ‘Esquadrão 9’, os quais investiram na diversidade musical: rock, axé e regionalista. Já no fim da tarde, a folia ficou por conta dos blocos: ‘Minha mãe deixa’, ‘Quem manda sou eu’, ‘Pague Menos’, ‘Berro do Jegue’ e ‘Vem pra Rua’, o qual trouxe o tradicional banho de cheiro, com o caminhão pipa. “Queremos agradecer primeiramente a Deus por tudo te ocorrido bem em nosso bloco e também aos que contribuíram para que estivéssemos na avenida, em especial os foliões”, ressaltou um dos coordenadores do ‘Vem pra Rua’, Ezequiel Macedo. O grupo de Capoeira ‘Redimidos’ também se apresentou na Praça de Eventos.

O Diretor Municipal de Cultura, Sérgio Ramos, fez avaliação positiva da festividade. “O Município de Curaçá tem uma cultura riquíssima que ficou bastante visível nesses dias de festa, nas diversas manifestações trazidas pela própria população. Quero agradecer a todos os que contribuíram para o nosso Carnaval Cultural; lembrando que sabemos do momento de crise enfrentado pelos municípios, mas utilizamos o investimento do Fundo de Cultura, que é destinado para programações culturais e abusamos da criatividade, demonstrando que podemos nos divertir com o que temos”, salientou Ramos. “Precisamos perpetuar a nossa cultura para que ela não morra”, disse a estudante Fabiana Dias.  O Evento contou ainda com o apoio da Rádio Curaçá FM; da Secretaria de Saúde, que disponibilizou ambulância e da Polícia Militar que garantiu a segurança dos presentes. O Conselho Tutelar orientou a população a respeito da proibição da venda de bebidas alcoólicas para menores e sobre o enfrentamento ao trabalho infantil.

Informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Curaçá








Nenhum comentário:

Postar um comentário