17 de nov de 2016

POPULAÇÃO DE CURAÇÁ É PREPARADA PARA CONSULTAS PÚBLICAS SOBRE A CRIAÇÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO PARA RECUPERAR A ARARINHA-AZUL

No último mês de outubro os pesquisadores do Projeto Ararinha na Natureza, juntamente com servidores do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), realizaram em Curaçá, no norte da Bahia, a segunda expedição de um projeto com vistas a preservar a espécie.
Na ocasião foram realizadas entrevistas nas comunidades não abrangidas anteriormente, para diagnosticar as características socioambientais e o conhecimento sobre psitacídeos (papagaios, araras e periquitos) na região de ocorrência histórica da ararinha-azul. A comunidade está sendo preparada para as consultas públicas, a serem realizadas ainda este ano, em Curaçá e Juazeiro, para a criação de uma ou mais unidades de conservação para recuperar a ararinha-azul.
O Projeto ‘Ararinha na Natureza’ é um esforço coletivo que pretende devolver à caatinga brasileira a ararinha-azul, que foi declarada extinta da natureza após o desaparecimento do último macho da espécie, no ano 2000. No entanto, no último dia 18 de junho, um exemplar da ararinha-azul foi visto voando livre na Caatinga de Curaçá, de acordo com a Sociedade para a Conservação das Aves do Brasil (Save Brasil). Um vídeo foi feito pelos moradores. A região é o único local de ocorrência comprovada da espécie, a mesma retratada no filme “Rio”, da Blue Sky Studios.
O Projeto visa à implementação de algumas ações do Plano de Ação Nacional para a conservação da espécie, e atua em diferentes linhas temáticas como Políticas Públicas, Pesquisa Científica e Educação Ambiental, com o intuito de conservar a caatinga, habitat da ararinha. O objetivo é criar as condições necessárias para proteger a caatinga, para que a espécie possa voltar à natureza.
Projeto
Desde 2012, o Projeto Ararinha na Natureza está presente em Curaçá, onde estabeleceu uma sede para o desenvolvimento e acompanhamento das atividades relacionadas ao Projeto realizadas na região. No Brasil, existem três espécies da ave: a arara-azul-grande, do Pantanal; a arara-azul-de-lear, que vive na caatinga; e a ararinha-azul, em extinção desde 2000, com cerca de 57 centímetros. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário