4 de mai de 2016

NOTA A RESPEITO DE CONCURSADOS QUE REIVINDICAM POSSE EM CURAÇÁ

Em resposta à matéria veiculada, no último dia 27 de abril de 2016, por esse blog, com o título: ‘Concursados realizam protesto em Curaçá’, o Governo Municipal esclarece que, conforme acordado com o grupo de concursados, já foi realizada, na manhã dessa segunda-feira (2), reunião com o grupo, a qual contou ainda com a presença do Prefeito Carlinhos Brandão e do Assessor Jurídico do Governo, Marcos Santana.

Durante a reunião, houve debates e foi estabelecido acordo entre as partes. Marcos Santana explicou que será realizado estudo junto às secretarias e departamentos municipais. “O estudo consiste no levantamento de vagas reais no Município, pois existem funcionários em várias situações, como: licença prêmio, licença maternidade, licença em vencimento e férias e todas essas exceções devem ser levantadas para que possivelmente o Município esteja convocando novos candidatos do concurso de 2012”, ressaltou o Assessor Jurídico. Marcos Santana frisou ainda que “a Administração Municipal deixa claro que, existindo vagas reais, as convocações acontecerão até o prazo final do Concurso, que é janeiro de 2017. Mas a administração tem um prazo de três meses antes da eleição para estar chamando os concursados”, explicou. O Evento foi finalizado por volta das 12h30.

Informações da Assessoria Comunicação da Prefeitura de Curaçá

Um comentário:

  1. Se são apenas 160 pessoas aprovadas que ainda não foram chamadas e o município hoje está com aproximadamente 600 contratos temporários, que tiveram início no ano de 2013, o que falta para se entender que existem vagas reais e nomear aqueles que por lei tem todo o direito ao ingresso no serviço público? Essas declarações do Procurador do Município e da Gestão são uma afronta a inteligência do povo e uma prova de total desrespeito as leis brasileiras.

    ResponderExcluir