25 de mar de 2015

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO É DISCUTIDO EM CURAÇÁ

Na tarde dessa segunda-feira (23), no Centro de Educação Superior, aconteceu uma reunião para discussão a respeito de Plano Municipal de Educação – PME e formação das subcomissões que irão construí-lo. A Professora Valdelina Aquino, Secretária de Educação, Cultura e Desporto (SECD), leu um Decreto Municipal, o qual instituiu a Comissão que irá elaborar o PME. Além de Valdelina (Coordenadora da Comissão), participam: José Expedito Félix (Representante da SECD), Rômulo Clésio (Secretaria de Administração e Finanças), Luzia França (conselhos escolares), Jumária Monteiro (Conselho Municipal de Educação), Josenice Bahia, Maria das Dores Costa, Sandra Pires (SECD) e a Vereadora Juscileide Silva (Poder Legislativo). Além destes, estiveram presentes representantes de diversos conselhos municipais, professores e representantes da sociedade civil organizada, num total de 46 participantes.

Antes do início das atividades, a Secretária apresentou um PME elaborado na época de gestão de Juscelita Araújo, frente à SECD. “Além desse documento, o Plano Diretor e a Lei Orçamentária também vão nortear o processo à elaborarão e execução do Plano. É grande nossa responsabilidade, pois não é um plano de secretária, ou de governo, é sim um plano de 10 anos para a educação em Curaçá. E nosso prazo, até junho, é curto, para o apresentarmos à Câmara visando ser apreciado e aprovado”, relatou Valdelina que também revelou sobre as entidades de instâncias superiores que estão cobrando informações sobre como está o processo em Curaçá, uma vez que essa ação é nacional. Foi apresentado um esboço da introdução do Trabalho, elaborada por Sandra Pires. A plenária solicitou cópia do PME anterior, assim como dos dados atuais, o que foi acatado pelos membros da SECD. Todo o material deve ser disponibilizado o mais rápido possível para as subcomissões, foi o que garantiu o pessoal da SECD. Jumária Monteiro ainda tirou algumas dúvidas dos presentes.

Logo após, José Expedito fez uma palestra a respeito do tema, expondo a estrutura, os pontos-chave e também algumas novidades que irão integrar o novo PME. Ele também mostrou e comentou os dados da realidade educacional de Curaçá em comparação com a situação do Vale Sanfranciscano, Bahia, Nordeste e Brasil, em acordo com informações da Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílios (PNAD-IBGE, 2010) e Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (INEP 2013). Antes disso, ele explicou sobre as comissões e suas atribuições. “Foram separadas com base nas afinidades; observando as escolas, conselhos e representações. É a equipe técnica que irá sistematizar os dados. As comissões ou câmaras são de: educação básica, educação Infantil, fundamental e séries iniciais; educação de jovens e adultos, ensino profissionalizante, ensino médio e educação superior. Mesmos estes dois últimos, que não são responsabilidade do Município, devem ser pensados no Plano, pois fazem parte da educação pública em Curaçá”, elucidou Expedito, o qual evidenciou a importância do levantamento de dados de cada área para sistematização final. Josenice Bahia leu os nomes das pessoas que irão integrar as comissões e ficou entendido que se pode haver migrações de integrantes caso haja necessidade e/ou interesse. “Só não podemos é formar subcomissões numerosas numa área e pequenas em outra. Isso pode prejudicar a produtividade”, alertou Expedito.

Após a apresentação de Expedito, que exibiu também as metas para a educação em Curaçá e Brasil (dados do Ministério da Educação), a reunião foi encerrada e os trabalhos das comissões foram oficialmente iniciados.

Informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Curaçá


Nenhum comentário:

Postar um comentário