25 de fev de 2015

CÂMARA DE CURAÇÁ RETORNA PARA O 2º BIÊNIO: CERIMÔNIA É MARCADA PELO ENSEJO DE UNIÃO ENTRE OS PODERES

A Câmara de Curaçá voltou a se reunir nesta segunda-feira, dia 23. A sessão foi realizada de forma solene e marcou o início do segundo biênio da atual legislatura, agora sob a nova mesa diretora eleita no final do ano passado, tendo como presidente o vereador José Henrique, vice Deroaldo Franco e Maria da Paz como secretária. Tiveram presentes representantes de associações, sindicatos, partidos políticos, ex-vereadores, secretários e representantes de secretarias municipais, além do Procurador Jurídico do Município, Wellington Cordeiro, e do Prefeito Carlos Brandão, que participou pela primeira vez de ato no legislativo.

Durante a cerimônia, os integrantes da mesa discursaram num só tom, elucidando a união dos poderes no combate aos problemas enfrentados pelo Município, sobretudo na área social, segurança pública e saúde. O Procurador Jurídico Wellington enfatizou a necessidade da harmonia entre o legislativo e executivo, dizendo que "2015 deve ser um ano limpo", se referindo as disputas políticas. Os vereadores Beto e Paizinha chamaram a atenção para o combate a violência e os problemas da área de saúde, sobretudo nas localidades do interior. Já o Prefeito Carlos Brandão, ressaltou uma nova abertura entre os dois poderes: "Tenho conversado com bastante gente, satisfeitos com você na presidência da Câmara, porque sabem que vamos poder fazer um trabalho sério que a comunidade espera, pois política é uma coisa séria que não se deve brincar e a política brasileira está precisando de homens iluminados com responsabilidade".

Após a fala dos demais vereadores, o presidente José Henrique discursou, agradecendo o voto de confiança dos que o elegeram à Mesa, o apoio de familiares e amigos, funcionários da Câmara, além do seu partido PDT. Finalizou pedindo o engajamento da bancada e plenário para desenvolver um trabalho digno com o respeito da sociedade: "espero serenidade e harmonia com todos para que possamos estabelecer a harmonia entre os poderes e questões antes citadas sejam superadas para não estarem acima dos interesses de Curaçá..

Ao final da sessão, houve a execução do Hino Nacional, e coffee break.    

Por Elias Fonseca

Nenhum comentário:

Postar um comentário