26 de nov de 2014

CAPS DE CURAÇÁ REALIZA CAMINHADA DO ‘NOVEMBRO AZUL’

O Centro de Atenção Psicossocial (Caps) de Curaçá realizou, na manhã dessa segunda-feira (24), caminhada alusiva à Campanha Nacional ‘Novembro Azul’, idealizada pelo Instituto ‘Lado a Lado pela Vida’ em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). O Objetivo é sensibilizar a comunidade para a prevenção do câncer de próstata, que é o segundo tipo mais comum entre os homens no Brasil, conforme a SBU.


A caminhada teve concentração em frente ao Caps, na Avenida dos Vaqueiros, reunindo pacientes e funcionários, que saíram pelas ruas da Cidade sensibilizando a população por meio de placas, faixas e com o recurso do carro de som. “Somos amigos de vocês e estamos aqui para ajudar, para dizer que vocês homens precisam se cuidar, principalmente se tiver mais de 40 anos”, comentou a paciente Lucilene Santana. A Assistente Social, Nivaldete Aguiar, falou sobre a importância da Campanha para os usuários do Caps. “Essa foi a forma que nós encontramos para reinserir os nossos pacientes na sociedade e ressocializá-los e, ao mesmo tempo, eles podem estar passando a ideia do Novembro Azul para seus familiares e amigos”, frisou. “O Caps cuida da saúde mental, mas também está preocupado com a saúde como um todo, já que temos pacientes nas diversas faixas etárias, inclusive alguns com mais de 40 anos. A gente sabe que muitos homens tem preconceito, não querem fazem o exame e nós estamos aqui para alertar e estimular o cuidado com a saúde”, ressaltou a Diretora do Caps, Rosa Amélia. Educadoras Sociais do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) também marcaram presença.

O grupo também realizou a distribuição de folhetos, contendo dados sobre o câncer de próstata. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontou, na estimativa 2012/2013, um total de 60.180 novos casos da doença. Já para esse ano, a estimativa é que 69 mil casos sejam diagnosticados. A população aprovou a iniciativa. “Um movimento como esse é muito importante. Confesso que ainda não aceito muito a ideia do exame, mas sei que preciso me cuidar mais e aos poucos tenho me conscientizado”, disse o aposentado Raimundo Alves (66). A Caminhada terminou por volta das 11h.


Informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Curaçá

Nenhum comentário:

Postar um comentário