4 de jul de 2013

INCÊNDIO NO CENTRO DE TRIAGEM DE CURAÇÁ PREJUDICA TRABALHO DE CATADORES

Em decorrência de um incêndio, os catadores do Centro de Triagem de Curaçá, onde acontece a seleção de materiais recicláveis do município, tiveram suas atividades suspensas durante a manhã e a tarde da última terça (3). O incêndio foi percebido assim que os trabalhadores chegaram ao local. Em seguida a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural foi acionada e carros pipa foram enviados ao local, para controlar o fogo.

De acordo com o Presidente da Cooperativa de Trabalho em Coleta Seletiva e Reciclagem, Luis Raimundo da Silva, estima-se que uma área de cerca de 200 metros tenha sido incendiada. “O fogo atingiu uma área muito grande e por isso os catadores tiveram as atividades prejudicadas. Nós fizemos um Boletim de Ocorrência no início da tarde de hoje e esperamos que as devidas providências sejam tomadas”, ressaltou.

A Chefe do Departamento de Meio Ambiente da Secretaria de Desenvolvimento Rural,
Ivanilde Gomes, que também é Bióloga e Graduanda em Gestão Ambiental, explicou que a Lei nº 9.605/88, de Proteção Ambiental e Resíduos Sólidos, prevê punição para quem causar danos ao meio ambiente. “Quando um incêndio como esse atinge uma área, as conseqüências são enormes para a população, que pode adoecer, e também para o meio ambiente. A lei prevê punição para quem realiza esse tipo de prática contra o meio ambiente. Se for comprovado que o incêndio foi causado por pessoa física, a pena é de um a três anos de reclusão. Se for pessoa jurídica, a reclusão varia de um a oito anos”, enfatizou.


Com informações de Kelly Ferreira, da Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Curaçá 

Nenhum comentário:

Postar um comentário