14 de abr de 2016

PSE CAPACITA PROFISSIONAIS EM SAÚDE E EDUCAÇÃO DENTRO DO CRONOGRAMA 2016

Nessa terça-feira (12), a Equipe do Programa Saúde na Escola (PSE), no seu terceiro ano de adesão no município de Curaçá, deu início às capacitações 2016 dos profissionais das equipes saúde da família e das escolas contempladas com o referido Programa. A iniciativa e apoio são da Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria Municipal de Educação, e equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família – NASF. As capacitações foram iniciadas no Centro de Educação Superior, em Curaçá.

O público foi formado por 71 profissionais das Unidades Saúde da Família (USF) do Centro e Bambuí; e das unidades escolares: Chapeuzinho Vermelho, Liberato Félix Martins – São Bento, Doutor Scipião Torres, Professor Ivo Braga, Colégio Estadual Manoel Novaes. De acordo com Sandra Helena Possídio, Coordenadora do PSE, “a proposta do Programa visa trazer novos sentidos na construção de redes de produção de saberes. Propõe a cada escola e equipe, a apresentação de situações e questões reais da saúde das suas comunidades escolares”. Os temas trabalhados foram: Capacitação dos Profissionais da Educação e Saúde para desenvolverem ações de Promoção da Saúde nas Escolas/ Gestão Intersetorial do PSE com o psicólogo da SME Ricardo Gila; Desenvolvimento Infantil com ênfase em Linguagem Oral e Saúde auditiva fonoaudiólogo do NASF Gean Carlos Romão; Vigilância Alimentar e Nutricional e Promoção da Alimentação Saudável, com a Nutricionista do NASF Thiane Luci L. Cardoso. Na oportunidade, os participantes fizeram incursões e sugestões para melhoramentos do trabalho do PSE no Município. “No que se refere às ações em saúde, é preciso mobilizar também as associações comunitárias dos bairros para mostrar que a responsabilidade é da Escola, mas é delas também. Em se tratando de alimentação saudável, é necessário ainda que as crianças também vivenciem, pratiquem outras alternativas dentro da realidade para ter o mesmo benefício nutricional”, atestou Cláudio Marcelo Torres, Diretor da Escola Scipião Torres, o qual ainda recomendou uma melhor comunicação entre os setores dentro do Programa e um planejamento de ações que não choquem com atividades escolares pré-planejadas. “A gente tem que refletir um pouco também sobre nossa responsabilidade individual. Devemos fazer o adolescente e criança entenderem que cada um é responsável por sua própria saúde. Claro que o poder público, os pais, a escola e a Secretaria tem sua parcela de responsabilidade. A gente deve sensibilizar para cada um buscar sua alimentação saudável, higiene, saúde do corpo e mente. Aí sim vem o conjunto PSE agindo nas falhas para tentar resolver os problemas”, explicou Regina Aurélia, Enfermeira do Centro de Saúde (integrante do PSE). Foram feitos diversos questionamentos e sugestões. A Equipe PSE tirou dúvidas, especialmente durante as palestras, que tiveram recursos de data-show e até poesia e reflexões.

O trabalho terminou no fim da tarde. O Cronograma 2016 de atividades prevê capacitações também em Riacho Seco, Pedra Branca, Poço de Fora, Patamuté e Mundo Novo.



Informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Curaçá


Nenhum comentário:

Postar um comentário