26 de jun de 2013

NORDESTE TEM PIOR POSIÇÃO EM PESQUISA SOBRE APRENDIZADO

Nenhum Estado do Brasil registrou mais da metade dos alunos com ensino adequado em matemática no 3.º ano do ensino fundamental. Como o desempenho na disciplina é atribuído em maior medida à escola (se comparada com leitura e escrita), o dado revela que os desafios são generalizados. Entretanto, os resultados por região e mais detalhadamente por unidade da Federação revelam um abismo considerável. Enquanto a Região Sudeste tem 57% dos alunos de 3.º ano sem o aprendizado considerado adequado em matemática, representando o melhor resultado, o Nordeste aparece na outra ponta com 86,4% das crianças abaixo do esperado. Os dados são da Prova ABC, realizada pela organização não governamental (ONG) Todos pela Educação em parceria com a Fundação Cesgranrio e os Institutos Paulo Montenegro e Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), divulgados nesta terça-feira, 25. A coordenadora da Prova ABC, Nilma Fontanive, lembra o quanto isso é preocupante. “A gente tem tendência de naturalizar a desigualdade. Mas essa diferença não é natural”, diz Nilma, que integra a comissão técnica do Todos pela Educação. O Nordeste também fica na lanterna nos resultados de escrita: 86,8% não conseguiram resultados esperados na redação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário